Resolving the issue with synchronization in old versionLISTA - 5 dicas de prevenção para a saúde bucal I Dr. Abílio Seronni

Aprenda agora quais são os principais medidas preventivas para saúde da sua boca:

Dica 01: Higiene - a ferramenta número 1 é sem dúvida o fio dental. Não se passa o fio dental entre dente e dente. Deve passa lo entre dente e a gengiva. Muito comuns pessoas que perdem um dente e ali naquela falha dentária não passam fio dental por isso os próximos dentes comuns a se perderem são os dentes adjacentes àquela falha dentária. Outro erro comum é usar o fio contaminado em outra região dentária, isso pode transmitir a contaminação de um dente para outro. Língua deve ser higienizada um dia sim um dia não, todos os dias pode alterar a florar bacteriana bucal. Enxaguante bucal, deve ser consumido apenas em caso de pós cirurgia, caso contrário, também poderá alterar a flora bacteriana bucal. Escovação deve ser no sentido contrário a gengiva, movimentos de "vassourinha", pra lá e pra cá, machucam a gengiva causando retração gengival e exposição da raíz.

Dica 02: Dieta - aqui a dica é clara, o açúcar é o grande vilão. Cortando o açúcar, corta se também a cárie e ajudam a prevenir tantas outras doenças como diabetes, obesidade, hipertensão e doenças coronarianas. Alimentos ricos em fibras como maça e laranja ajudam a desorganizar a placa bacteriana causadora de doenças orais. Evitar alimentos ricos em gorduras hidrogenadas como óleo de cozinha (girassol e canola), margarina, glúten das bolachas recheadas, a farinha de trigo do pãozinho e o leite de vaca previne inflamação do intestino consequentemente evita a manifestação de doenças auto imune como aftas e língua geográfica;

Dica 03: Suplementação com vitamina K2 - a vitamina K tem inúmeros vitameros e a K2 é um subtipo de vitamero classificado como a verdadeira vacina anti-cárie, pois ela é responsável por captar o cálcio depositado nas artérias e levar para o dente, promovendo a remineralização do esmalte dentário. A dica é consumir vísceras como fígado de boi, queijos amarelos e natto, uma comida fermentada a base de soja consumida pelos japoneses. Esses alimentos são ricos em vitamina K2.

Dica 04: Autoexame - é comum aparecer pacientes no meu consultório que apresenta algum tipo de lesão como manchas brancas, verrucosas, em forma de couve flor, sangramentos e passam dias e semanas despercebidas, pois muitas lesões são indolores, não causam desconforto ao paciente, e vão crescendo silenciosamente na boca até atingir um grau de severidade maior. Portanto, a dica é sempre abrir a boca em frente ao espelho e colocar a língua para fora, e ver o dorso, o ventre, a lateral da língua, as bochechas, o lábios superior e inferior, observar se ao passar o fio dental, se apresenta sangramento. Sempre que tiver sangramento, apresenta foco de contaminação e essa contaminação poderá em algum momento da vida afetar o órgão mais fraco, causando uma insuficiência renal, hepática e até mesmo cegueira e coronariopatites.

Dica 05: Tratamento ortodôntico - saiba que 98% da população brasileira necessitam de tratamento com aparelho dentário. Os 2 % restante geralmente se encontram nas tribos indígenas onde os povos não se misturam para acasalar. A dica é corrigir os seus dentes para que a sua mordida fique correta, facilitando a higienização, principalmente dos dentes antero-inferiores, onde ocorre o maior índice de dentes encavalados, tortos e é onde forma mais tártaro, aquela placa de bactérias calcificada responsáveis pela doença periodontal, a doença da gengiva, mau hálito, perda dentária, retração gengival e por aí vai, sem contar que dentes tortos dificulta o bom trituramento dos alimentos, causa de problemas na coluna e sem contar que não é nada estético. Vamos aproveitar que a tecnologia nessa área cresceu muito e que o tempo de tratamento reduziu significativamente.

Dica Extra: Revisão odontológica semestralmente- remoção de tártaro é uma necessidade fisiológica, assim como o carro tem que trocar de óleo em média 6 em 6 meses, seus dentes também precisam remover os tártaros de 6 em 6 meses pois a escova e o fio dental são ferramentas insuficientes para removê los. A dica é ter um profissional de confiança e atualizado para estarem te oferecendo sempre tratamentos inovadores.





Antes de seguir as dicas, consulte sempre um profissional capacitado.


Ouça o podcast de número 51- aprenda mais sobre saúde bucal
https://dicascurtas.com.br/expert-doutor-saude




Já cadastrou para nossa consultoria?
Clika no botão abaixo e siga o passo a passo