Resolving the issue with synchronization in old version

MAPEANDO AS DORES DE CABEÇA E DANDO NOME AOS BOIS I Dr. Abílio Seronni

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a enxaqueca é a 10ª doença mais incapacitante e acomete em torno de 15% da população. A cada 100 pessoas, 13 são mulheres e 2 são homens. O ‟hardware‟‟ do homem e da mulher é iguais, o que difere muito é o distúrbio hormonal ocasionado pela tensão pré-menstrual (TPM), pela própria menstruação e pelo uso de pílulas anticoncepcionais que podem ajudar a aliviar ou até mesmo piorar o quadro de enxaqueca. Segundo Arquivo Neuro-Psiquiatria de São Paulo, o local mais acometido é na região frontal com 43,8%, seguido da região temporal com 42,4%. Embora existam vários subtipos de enxaqueca, três englobam a grande maioria das pessoas.


1.1. Enxaqueca clássica – incidência: 10%

Sintomas e sinais físicos:

• Dor latejante forte e unilateral, sempre começando e, em geral, permanecendo em um lado da cabeça.

• Cefaléia acompanhada de náusea, podendo ocorrer palidez e vômitos; Metade do distúrbio apresenta sintomas de aviso (auras) 30 minutos antes do início da dor. As auras típicas duram alguns minutos e incluem manchas borradas ou brilhantes, linhas em ziguezague. Na visão, ansiedade, fadiga, pensamento perturbado, intumescimento e formigamento de um lado do corpo.

• A crise começa, tipicamente, pela manhã, atinge seu pico dentro de uma hora, dura de 4 a 24 horas e manifestam-se várias vezes por mês.

1.2. Enxaqueca comum – incidência: 80%

Sintomas e sinais físicos:

• É o subtipo mais comum.

• Dor latejante forte, podendo ser frontal, unilateral ou bilateral.

• Os sintomas de aviso (auras) são raros.

• Em geral, o mal pode durar de um a três dias.

• Infelicidade.

1.3. Cefaléia em grupo ou Enxaqueca complicada

– incidência: 10%

Sintomas e sinais físicos:

• Dor forte, imprevisível, em geral localizada ao redor dos olhos.

• Tende a ocorrer em grupos de uma a três cefaléias, durante um ou vários dias, podendo novamente ocorrer nas próximas semanas.

• Sem sintomas de aviso.

• Pode estar associada com sensibilidade à luz, lacrimejamento, nariz entupido e comportamento agitado;

• Sinais neurológicos leves, tontura, perturbação visual, distúrbio da fala, perda da sensação de um lado do corpo, falta de constância.


Já recebeu meu eBook? Não!
Cadastre seu email abaixo para receber:


PÁGINAS RELACIONADAS

REDES SOCIAIS